terça-feira, março 04, 2008

Momentos

Como descrever um momento indescritível? Tarefa muito complicada... Quando pensamos que já vivemos tudo, é quando podemos estar mais enganados...

Mesa posta e enfeitada de cor, suavidade de seda, e requinte de um manjar Real sem súbditos.

Tâmaras grelhadas com queijo Rockford, um Camembert enrolado em massa folhada acompanhado com salada de alface e rúcula, um doce toque de amora, e a terminar um final achocolatado bem macio...

Um Domingos Damasceno ostentou a responsabilidade do tinto da noite, enquanto o branco ficou a cargo de um vinho Francês, Pascal Jolivet Sancerre.. Um perfeito equilíbrio onde toda a elegância que se desejava esteve presente numa noite muito especial.

Por entre mil palavras, uma se elevou mais alto, Obrigado.



9 comentários:

Eduardo Ramos disse...

Tu vai-te lixar!
EU HOJE NÃO ALMOCEI!!

... sacana.

;)

Isabel disse...

Qual foi o Restaurante?

Pratas disse...

Edu,
;) Sexta, vais ao LiveIN Lisboa? Carlos Moura e Paulo Almeida :)

Isabel,
É um restaurante que só eu tenho a chave. :) Felizmente, nem sempre são precisas chaves para se abrirem portas.

Eduardo Ramos disse...

Podes crer que vou.

Isabel disse...

Obrigada pela rápida e eficaz informação.

P.S. Há sempre "the Key" para abrir algo....., não implicando o Objecto, propriamente dito!!! Contudo, Parabéns pela Porta que abriste na tua vida. Sempre ouvi dizer que, ao fechar uma porta abrem-se muitas.

;-) ;-)

Eduardo Ramos disse...

É impressão minha... ou estou a mais?
:D

Paulo disse...

É tão bom viver, não é? Tu sabes bem como aproveitar a vida, manganão!!!

Pratas disse...

Edu, vê lá se queres que te vaze os pneus do carro :) Até logo!

Obrigado Paulo, aproveitar a vida está ao alcance de todos mas nem todos lhe dão muita importância. :)

Obrigado Isabel. Por muito que custe fechar uma porta, não devemos ter medo de abrir uma nova. Podem sempre haver boas surpresas do outro lado, por vezes mesmo por debaixo da nossa almofada. :)

Isabel disse...

;-) ;-)
Nem pergunto o quê....

Não existes!