sábado, abril 28, 2007

Dave Chappelle

Hoje vou-vos falar de um grande comediante de quem gosto muito.

Dave Chappelle começou a sua carreira de stand-up apenas com 14 anos. Após grandes sucessos nos palcos de comédia de Nova Iorque e excelente performance em Robin Hood Men in Tights (quem não se lembra do Ahchoo?), Dave cria mais tarde o seu próprio show de TV intitulado Chappelle's Show.

No seu sangue vive o gosto de tocar em aspectos sensíveis da cultura dos USA, com especial destaque para o racismo.

Chegou mesmo a representar o papel de um líder do KKK invisual que achava que era branco. A cultura hip-hop é apenas mais um tema de trabalho de David:


Chappelle acaba por abandonar a sua carreira televisiva por opção após recusar um contrato de 50 milhões. Ao que parece, David queria tempo para pensar no que realmente importava na sua vida. Chappelle queria apenas trabalhar por ele sem que metade do mundo o julgasse constantemente, fazendo-o pensar que estava a perder a piada...

Tempos mais tarde segue o seu coração voltando ás origens. Faz o mais sensato e volta ao stand-up. Boa sorte Dave.

Saibam mais aqui, e vejam mais dois clássicos deste senhor já de seguida ---> R. Kelly ; Black Bush

Já que falamos em comédia, não percam esta terça-feira ás 23:30 na TV2 mais um Sempre em Pé.

5 comentários:

Canochinha disse...

Não conhecia o trabalho deste senhor... Mas adorei o Robin Hood Heróis em Collants! :)))

Dias... disse...

Absolut Respect Chappelle ma Bro...

Adoro o sentido auto critico dos Norte Americanos, aliás, é mais uma das razões que me leva a admirar um dos povos menos inteligentes do Universo e arredores.

Bom post, EXCELENTE GOSTO.

Abraço

Paulo de Oliveira disse...

Chapelle sem duvida um dos que está lá... um daqueles que não se rendem, nem se deixam triturar....

gostei do blog e voltarei cá parabéns

Pratas disse...

Obrigado pelos vossos comentários.

Luis

Dias... disse...

Boas Pratas

Ando completamente desaparecido do teu espaço porque estou à dias sem o meu PC.
Espero amanha voltar ao meu ritmo normal porque fora do meu PC tudo é mais lento, logo, sobra ainda menos tempo.

Grande abraço

Andre